Segundo o Regime Geral de Gestão de Resíduos, a Prevenção define-se como a “adoção de medidas antes de uma substância, material ou produto assumir a natureza de resíduo, destinadas a reduzir:

  • A quantidade de resíduos produzidos, designadamente através da reutilização de produtos ou do prolongamento do tempo de vida dos produtos;
  • Os impactes adversos no ambiente e na saúde humana resultantes dos resíduos produzidos;
  • O teor de substâncias nocivas presentes nos materiais e nos produtos”.

A Valorpneu desenvolveu um Plano de Prevenção que tem como principal objetivo reduzir os impactes
ambientais dos pneus usados, contribuindo para:

  1. Prevenir a produção de pneus usados e reduzir a sua quantidade gerada, em peso, no mercado nacional;
  2. Promover comportamentos conscientes por parte dos utilizadores de pneus a nível da sua seleção, utilização e manutenção;
  3. Promover a reutilização (recauchutagem, reutilização meio-piso) e o ecodesign de pneus para prolongar o seu tempo de vida, facilitar a sua reutilização e valorização e minimizar a incorporação de materiais perigosos na composição dos pneus;
  4. Promover o correto encaminhamento (não abandono) dos pneus usados.

A Valorpneu desenvolveu um Guia de Prevenção que permite comunicar e sensibilizar os vários intervenientes no ciclo de vida dos pneus que têm um papel importante nesta temática, nomeadamente Fabricantes e Recauchutadores, Comerciantes e Oficinas, Cidadão, Centros de Receção e Valorizadores.

  • PRODUTORES
  • COMERCIANTES & OFICINAS
  • CIDADÃO
  • CENTROS DE RECEÇÃO
  • VALORIZADORES
PRODUTORES

Os Produtores, como os Fabricantes e Recauchutadores, têm um papel fundamental na prevenção da produção, dado que podem projetar os seus pneus de forma a evitar a sua transformação rápida em resíduo e minimizar o seu impacto ambiental. De seguida apresentam-se diversas tipologias de medidas relacionadas com a prevenção e sobre as quais são apresentados alguns exemplos de aplicação:

1. Ecodesign, produção eficiente e prevenção de resíduos de fabricação
Aplicar conceitos de ecodesign, promoção da produção eficiente de pneus e redução da produção de resíduos, por exemplo:
▪ Projetar o pneu de forma a prolongar a sua vida útil, obter melhores desempenhos na fase de utilização e de forma que possa vir a ser reconstruído.
▪ Reduzir a quantidade e perigosidade dos materiais utilizados na fabricação.
▪ Incorporar materiais alternativos, reciclados e naturais de menor impacte.
▪ Monitorizar e reduzir os consumos de matérias-primas, de resíduos de fabricação e as emissões.

2. Reconstrução / recauchutagem de pneus e promoção da sua venda
O correto encaminhamento de pneus que se encontram em condições para seguir para reconstrução / recauchutagem permite garantir a extensão do tempo de vida útil de grande parte. Nesta área apresentam-se como exemplos:

▪ Reconstruir o pneu incentivando a sua reutilização.
▪ Promover a venda de pneus recauchutados aos consumidores através da sensibilização da sua existência e vantagens de pneus com uma segunda vida útil.
▪ Desenvolver e aplicar soluções de melhoria sobre a qualidade de pneus recauchutados.
▪ Campanhas de publicidade, ações de formação, ações de marketing realizadas junto de distribuidores, clientes, faculdades, oficinas, outros profissionais do sector, entre outros, promovendo a utilização de pneus reconstruídos/ recauchutados.

3. Logística e operação prevenindo a deterioração dos pneus
A preservação dos pneus nos locais de armazenagem e durante a distribuição é essencial para garantir as suas características e qualidades. Neste contexto são exemplos de aplicação:
▪ Providenciar a armazenagem dos pneus sob luz artificial fraca, em local seco e ventilado e a temperatura constante.
▪ Providenciar a armazenagem dos pneus na posição adequada, livre de tensões e de fácil acesso.
▪ Monitorizar o armazenamento de pneus garantindo a rotação de stock com prioridade para os pneus com mais tempo de armazenamento.
▪ Garantir um correto acondicionamento dos pneus nos veículos de distribuição.
▪ Disponibilizar serviços especializados de acompanhamento na utilização de pneus.

4. Divulgação de boas práticas de utilização e de manutenção de pneus
Os produtores de pneus desempenham um importante papel na realização de ações de comunicação e sensibilização dirigidas aos comerciantes e condutores, para garantir que estes adotam boas práticas de utilização, de manutenção de pneus e a escolha de pneus sustentáveis, a saber:
▪ Disponibilizar informação para fácil leitura das características dos pneus.
▪ Campanhas de publicidade, ações de formação, ações de marketing, que visem promover a prevenção de pneus usados e a minimização de consumo.
▪ Ações de sensibilização para o consumidor, incentivando a escolha de pneus sustentáveis e adequados ao uso pretendido.
▪ Ações de sensibilização para o consumidor, promovendo a adoção de boas práticas de condução e de manutenção dos pneus.

5. Inovação, Investigação & Desenvolvimento com foco na redução dos impactes ambientais
Considerando o importante papel dos produtores de pneus, torna-se relevante a sua participação em ações e projetos de Inovação, Investigação & Desenvolvimento com foco na diminuição dos impactes ambientais dos pneus e do seu tratamento em fim de vida, quer através de ações internas, quer através de projetos nacionais e internacionais (a título individual ou em consórcio), por exemplo:
▪ Projetos para o desenvolvimento do ecodesign.
▪ Projetos no âmbito da reconstrução / recauchutagem de pneus.
▪ Projetos que facilitem o tratamento dos pneus em fim de vida.

6. Certificação segundo normas de referência
Dado que a certificação segundo determinadas normas de referência pode ser sinónimo de adoção das melhores práticas disponíveis, considera-se que a sua obtenção é uma forma indireta de avaliar o contributo para a prevenção de pneus usados.

Neste campo destacam-se:
▪ Certificação ISO 9001 (sistema de gestão da qualidade).
▪ Certificação ISO 14001 (sistema de gestão ambiental).

▪ Certificação EMAS (Sistema Comunitário de Ecogestão e Auditoria).

7. Comercialização de pneus de melhor eficiência
Aquando do desenvolvimento de novos pneus, os produtores devem considerar estratégias que promovam a produção de pneus segundo os melhores desempenhos dos regulamentos em vigor. Aqui, considera-se importante que os novos pneus desenvolvidos promovam a:
▪ Comercialização de pneus com o nível A de eficiência no consumo energético, segundo o Regulamento (CE) 1222/2009.
▪ Comercialização de pneus com baixas emissões sonoras, com uma onda negra segundo o Regulamento (CE) 1222/2009.
▪ Comercialização de pneus respeitando as restrições apresentadas no Regulamento REACH (relativo ao registo, avaliação, autorização e restrição de substâncias químicas). Neste sentido, a
Valorpneu apresenta um conjunto de medidas de prevenção que podem adotar para promover a prevenção de pneus usados:

COMERCIANTES & OFICINAS

Os Comerciantes e as Oficinas são essenciais para promover a prevenção de pneus usados, dado que podem ajudar a sensibilizar os cidadãos sobre esta temática e prevenir a deterioração dos pneus com a aplicação de bons modos de armazenamento e de manutenção.

Neste sentido, a Valorpneu apresenta um conjunto de medidas de prevenção que podem adotar para promover a prevenção de pneus usados:

1. Logística e operação prevenindo a deterioração dos pneus
A preservação dos pneus nos locais de armazenagem e durante a distribuição é essencial para garantir as suas características e qualidades. Neste contexto são exemplos de aplicação:
▪ Providenciar a armazenagem dos pneus sob luz artificial fraca, em local seco e ventilado e a temperatura constante.
▪ Providenciar a armazenagem dos pneus na posição adequada, livre de tensões e de fácil acesso.
▪ Monitorizar o armazenamento de pneus garantindo a rotação de stock com prioridade para os pneus com mais tempo de armazenamento.
▪ Garantir um correto acondicionamento dos pneus nos veículos de distribuição.
▪ Disponibilizar serviços especializados de acompanhamento na utilização de pneus.

2. Divulgação de boas práticas de utilização e de manutenção de pneus
Os comerciantes e oficinas de pneus desempenham um importante papel na realização de ações de comunicação e sensibilização dirigidas aos condutores, para garantir que estes adotam boas práticas de utilização, de manutenção de pneus e a escolha de pneus sustentáveis, a saber:
▪ Disponibilizar informação para fácil leitura das características dos pneus.
▪ Campanhas de publicidade, ações de formação, ações de marketing, que visem promover a prevenção de pneus usados e a minimização de consumo.
▪ Ações de sensibilização para o consumidor, incentivando a escolha de pneus sustentáveis e adequados ao uso pretendido.
▪ Ações de sensibilização para o consumidor, promovendo a adoção de boas práticas de condução e de manutenção dos pneus.
▪ Disponibilização de serviços especializados de acompanhamento dos pneus (p.ex., aconselhamento ao cliente sobre escolha de pneus e boas práticas de utilização)

3. Inovação, Investigação & Desenvolvimento com foco na redução dos impactes ambientais
Considerando o importante papel dos comerciantes e oficinas de pneus, torna-se relevante a sua participação em ações e projetos de Inovação, Investigação & Desenvolvimento com foco na diminuição dos impactes ambientais dos pneus e do seu tratamento em fim de vida, quer através de ações internas, quer através de projetos nacionais e internacionais (a título individual ou em consórcio), por exemplo:
▪ Projetos para o desenvolvimento do ecodesign.
▪ Projetos no âmbito da reconstrução / recauchutagem de pneus.
▪ Projetos que facilitem o tratamento dos pneus em fim de vida.

4. Certificação segundo normas de referência
Dado que a certificação segundo determinadas normas de referência pode ser sinónimo de adoção das melhores práticas disponíveis, considera-se que a sua obtenção é uma forma indireta de avaliar o contributo para a prevenção de pneus usados.
Neste campo destacam-se:
▪ Certificação ISO 9001 (sistema de gestão da qualidade).
▪ Certificação ISO 14001 (sistema de gestão ambiental).
▪ Certificação EMAS (Sistema Comunitário de Ecogestão e Auditoria).

5. Comercialização de pneus de melhor eficiência
Aquando do desenvolvimento de novos pneus, os comerciantes e oficinas devem considerar estratégias que promovam a produção de pneus segundo os melhores desempenhos dos regulamentos em vigor.
Aqui, considera-se importante que os novos pneus desenvolvidos promovam a:
▪ Comercialização de pneus com o nível A de eficiência no consumo energético, segundo o Regulamento (CE) 1222/2009.
▪ Comercialização de pneus com baixas emissões sonoras, com uma onda negra segundo o Regulamento (CE) 1222/2009.
▪ Comercialização de pneus respeitando as restrições apresentadas no Regulamento REACH (relativo ao registo, avaliação, autorização e restrição de substâncias químicas). Neste sentido, a
Valorpneu apresenta um conjunto de medidas de prevenção que podem adotar para promover a prevenção de pneus usados:
Se quer ajudar ainda mais a reduzir a produção de pneus usados na fase de distribuição e de comercialização, este guia é para si. A Valorpneu desenvolveu um guia com a compilação de boas práticas para a prevenção de pneus usados.

Comerciantes Oficinas
1. Promover a armazenagem dos pneus sob luz artificial fraca, em local seco e ventilado e a temperatura constante. 1. Promover a armazenagem dos pneus sob luz artificial fraca, em local seco e ventilado e a temperatura constante.
2. Promover a armazenagem dos pneus na posição adequada, livre de tensões e de fácil acesso. 2. Promover a armazenagem dos pneus na posição adequada, livre de tensões e de fácil acesso.
3. Garantir a rotação de stock com prioridade para os pneus com mais tempo de armazenamento. 3. Garantir a rotação de stock com prioridade para os pneus com mais tempo de armazenamento.
4. Garantir a correta armazenagem dos pneus nos veículos de distribuição. 4. Garantir a correta armazenagem nos veículos de distribuição.
5. Promover a comercialização de pneus com o nível A de eficiência no consumo energético e com baixas emissões sonoras, com uma onda negra, segundo o Regulamento (CE) 1222/2009. 5. Disponibilizar informação e formação aos funcionários sobre práticas adequadas relativamente aos pneus e aos pneus usados
6. Comercializar pneus respeitando as restrições apresentadas no regulamento REACH. 6. Aconselhar os consumidores sobre a escolha de pneus sustentáveis e adequados ao uso pretendido.sustentáveis e adequados ao uso pretendido.
7. Aconselhar / sensibilizar aos consumidores sobre a escolha de pneus em função da utilização e respetivas características dos pneus. 7. Aconselhar os consumidores sobre a monitorização regular dos pneus e a adoção de boas práticas de condução e estacionamento.
8. Disponibilizar serviços de acompanhamento especializado de pneus e de novas formas de comercialização. 8. Disponibilizar a informação para fácil leitura dos consumidores sobre as caraterísticas dos pneus.

 

CIDADÃO

Para que um veículo esteja sempre em perfeitas condições e possa circular em segurança, é essencial a manutenção regular dos pneus. Como órgãos vitais que são, os pneus precisam de tanta atenção como o motor, pois estão igualmente submetidos a duros esforços.
Neste sentido, a Valorpneu apresenta alguns conselhos para que a sua viagem decorra sobre rodas e para ajudar a reduzir a produção de pneus usados:
▪ Na compra do pneu, as especificações dos pneus deverão ser sempre as recomendadas pelo fabricante.
▪ Verificar a pressão dos pneus de 15 em 15 dias, sem esquecer o pneu sobresselente, e verificar regularmente as rotações e alinhamento de direção.
▪ Adotar boas práticas de condução e de manutenção dos pneus.
▪ Escolher pneus sustentáveis e adequados à sua condução.
▪ Nunca montar pneus que apresentem deformações, fissuras, cortes ou outros danos, visto a segurança poder ficar comprometida.
▪ Certificar que a oficina onde troca os seus pneus usados, os encaminha para os locais corretos com vista à sua reciclagem.
▪ Promover o correto encaminhamento (não abandono) dos pneus usados.

Cidadãos
1. Na compra do pneu, as especificações dos pneus deverão ser sempre as recomendadas pelo fabricante.
2. Verificar a pressão dos pneus de 15 em 15 dias, sem esquecer o pneu sobresselente, e verificar regularmente as rotações e alinhamento de direção.
3. Adotar boas práticas de condução e de manutenção dos pneus.
4. Escolher pneus sustentáveis e adequados à sua condução.
5. Nunca montar pneus que apresentem deformações, fissuras, cortes ou outros danos, visto a segurança poder ficar comprometida.
6. Certificar que a oficina onde troca os seus pneus usados, os encaminha para os locais corretos com vista à sua reciclagem.
7. Promover o correto encaminhamento (não abandono) dos pneus usados.
CENTROS DE RECEÇÃO

A Valorpneu procede à sensibilização para a prevenção da produção de pneus junto dos Centros da Rede de Recolha durante as visitas anuais que realiza. De seguida é apresentado um conjunto de medidas de prevenção que os Centros da Rede de Recolha podem adotar:

1. Promoção da recauchutagem de pneus usados
▪ Promoção da separação de pneus com potencial para Recauchutagem e/ou para Reutilizaçãomeio piso.
▪ Promoção do encaminhamento de pneus para destinos de Recauchutagem e/ou para Reutilização meio piso.

2. Caracterização de indicadores de prevenção de pneus usados
▪ Registo atempado no SGPU Online de quantidades de pneus usados que são encaminhados para Recauchutagem e para Reutilização meio piso.

3. Promoção do consumo e uso sustentável de pneus
▪ Promoção da escolha informada e adequada de pneus, face às características da máquina e/ou veículo e da utilização em questão.
▪ Promoção de boas práticas de manutenção dos pneus (p.ex., circular com pneus com a pressão adequada).
▪ Promoção de boas práticas de manutenção de máquinas/veículos e dos pneus (p.ex., garantir o correto alinhamento de direção do veículo de forma a evitar o desgaste excessivo dos pneus).
▪ Promoção de boas práticas de condução e utilização dos pneus (p.ex. velocidade adequada ao piso e desgaste dos pneus).

4. Sensibilização para uso adequado, prevenção e gestão de pneus usados no SGPU
▪ Sensibilização dos detentores de pneus usados, nomeadamente oficinas, para boas práticas de descarte que preservem o potencial de recauchutagem e reutilização dos pneus usados, p.e. evitar cortes e outros danos provocados nos pneus usados.
▪ Promoção do desenvolvimento e certificação de sistemas de gestão.
▪ Colaborar em ações desenvolvidas para sensibilizar os cidadãos para o correto encaminhamento dos pneus usados, de modo a evitar o seu abandono.

Para promover a prevenção de pneus usados no CR, a Valorpneu disponibiliza um Certificado de Reconhecimento sobre as medidas de prevenção referenciadas, assim como um Guia de Prevenção com a compilação de boas práticas para a prevenção de pneus usados

Centros da Rede de Recolha
1. Promover a separação de pneus com potencial para recauchutagem e/ou para reutilização meio piso e, encaminhar para os respetivos destinos;
2. Registar atempadamente no SGPU online as quantidades de pneus usados que são encaminhados para recauchutagem e para reutilização meio piso;
3. Promover a escolha informada e adequada de pneu, face às caraterísticas da máquina e/ou veículo e da utilização em questão;
4. Promover boas práticas de manutenção e de condução e utilização de pneus, como, respetivamente, circular com pneus com a pressão adequada e conduzir com velocidade adequada ao piso e desgaste dos pneus
5. Sensibilizar os detentores de pneus usados, nomeadamente oficinas, para boas práticas de descarte que preservem o potencial de recauchutagem e reutilização dos pneus usados;
6. Promover o desenvolvimento e certificação de sistemas de gestão
VALORIZADORES

A Valorpneu procede à divulgação da prevenção junto dos Valorizadores, durante as visitas anuais realizadas. De seguida é apresentado um conjunto de medidas de prevenção que os Valorizadores podem adotar:

1. Promoção da produção sustentável
▪ Divulgação de informação aos produtores/fabricantes sobre os aspetos das operações de reciclagem e/ou de outras formas de valorização a serem considerados no processo de conceção,
desenvolvimento e produção de novos pneus, p.e. manuais de operações de reciclagem e/ou valorização.

2. Promoção da recauchutagem de pneus usados
▪ Promoção da utilização de pneus reconstruídos / recauchutados nos equipamentos e viaturas utilizadas na sua atividade profissional enquanto parceiro do Sistema Integrado de Gestão de
Pneus

3. Promoção do consumo e uso sustentável de pneus enquanto utilizadores
▪ Promoção da escolha informada e adequada de pneus, face às características da máquina e/ou veículo e da utilização em questão.
▪ Promoção de boas práticas de manutenção dos pneus (p.ex., circular com pneus com a pressão adequada).
▪ Promoção de boas práticas de manutenção de máquinas/veículos e dos pneus (p.ex., garantir o correto alinhamento de direção do veículo de forma a evitar o desgaste excessivo dos pneus).
▪ Promoção de boas práticas de condução e utilização dos pneus (p.ex. velocidade adequada ao piso e desgaste dos pneus).

4. Sensibilização para uso adequado, prevenção e gestão de pneus usados no SGPU
▪ Sensibilização dos Centros da Rede de Recolha e dos Transportadores a montante, para adotarem boas práticas de carregamento, transporte e descarga dos pneus usados, que preservem o
potencial de reciclagem ou de valorização e promovam a segurança das operações, p.e. cargas completas, bem-acondicionadas, cujos pneus se apresentem limpos, isentos de contaminações e
no formato acordado de forma a serem devidamente valorizados.
▪ Promoção do desenvolvimento e certificação de sistemas de gestão.

Para promover a prevenção de pneus usados na sua instalação, a Valorpneu disponibiliza um Certificado de Reconhecimento sobre as medidas de prevenção referenciadas, assim como um Guia de Prevenção com a compilação de boas práticas para a prevenção de pneus usados

Valorizadores
1. Divulgar informação aos produtores/fabricantes sobre os aspetos das operações de reciclagem e/ou de outras formas de valorização a serem considerados no processo de conceção, desenvolvimento e produção de novos pneus, p.e. manuais de operações de reciclagem e/ou valorização;
2. Promover a escolha informada e adequada de pneus, face às características da máquina e/ou veículo e da utilização em questão;
3. Promover boas práticas de manutenção e de condução dos pneus (p.ex., circular com pneus com a pressão adequada);
4. Sensibilizar os Centros da Rede de Recolha e os Transportadores a montante, para adotarem boas práticas de carregamento, transporte e descarga dos pneus usados, que preservem o potencial de reciclagem ou de valorização e promovam a segurança das operações, p.e. cargas
completas, bem-acondicionadas, cujos pneus se apresentem limpos, isentos de contaminações e no formato acordado de forma a serem devidamente valorizados;
5. Promover a utilização de pneus reconstruídos / recauchutados nos equipamentos e viaturas dos Valorizadores.
6. Promover o desenvolvimento e certificação de sistemas de gestão.